Ministro Marco Aurélio: “Eu não queria estar na pele da presidente Dilma” – Politica – Estado de Minas

Que conselhos que o senhor daria para esses jovens que querem seguir a profissão?

Primeiro, que o aperfeiçoamento é infindável, o saber será sempre uma obra inacabada. Pobre de espírito é aquele que acha que não precisa mais de aporte no campo do conhecimento.

Segundo, ler o que puderem ler e cuidar da formação humanística, porque o direito é feito para os homens e não os homens para o direito. E eu digo que, para quem julga, mais importante do que a formação técnica, que se imagina que tenha, é a formação humanística. Como você aprimora? Na convivência, no relacionamento, lendo romance. Por que romance? Porque há conflitos, você adota posição, aguça a sensibilidade.

Continue lendo via Ministro Marco Aurélio: “Eu não queria estar na pele da presidente Dilma” – Politica – Estado de Minas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *